A resiliência não é o caminho para o sucesso

Estamos habituados a ouvir que, para sermos bem-sucedidos, precisamos da resiliência. Será que é mesmo?

Pois bem, na verdade, o que precisamos para alcançar o sucesso não é de resiliência, mas antes, desenvolver uma postura e mentalidade Anti-fragíl. Um conceito desenvolvido por Nicholas Taleb.

Sei que que lhe vai parecer estranho, porque, ao longo da nossa vida, acostumamo-nos a ver as palavras sucesso e resiliência na mesma frase, contudo, devemos compreender melhor o seu significado.

A resiliência diz-nos que, perante um choque, perante uma adversidade, conseguimos manter-nos, exatamente, na mesma posição. Então, isto significa que, apesar do caos, apesar da adversidade, temos a capacidade de manter o nosso estado inicial inalterado, mas já o conceito anti-frágil remete-nos para algo muito diferente e, na minha perspetiva, bem mais alinhado com a palavra sucesso. Vou explicar melhor!

Algo que é frágil, como uma garrafa de vidro, assim que cai no chão, parte-se. Tendemos a pensar que o seu oposto – o que não é frágil – é algo que é robusto, que não quebra, ou seja, adotamos, como oposto a frágil, a resiliência. Mas isto não é totalmente verdade. O anti-frágil resiste ao choque, resiste à adversidade e transforma-se, torna-se melhor. Aprende, cresce e transforma-se com a adversidade. E, este sim, é o verdadeiro oposto de ser frágil.

Ora, na nossa vida, adotamos uma mentalidade frágil, quando quebramos e não conseguimos recuperar, mas, quando passamos a desenvolver uma mentalidade e postura anti-frágil, quer dizer que passamos a beneficiar com o caos e com a adversidade. Isto é, aquilo que nos aconteceu – esse caos e essa adversidade – até parece que nos coloca mais distantes dos nossos resultados, mas é, precisamente, o oposto. Como?

Então, imagine que frágil é como o vidro, parte-se e não temos como o recuperar; a resiliência é como uma pedra, é dura, robusta, mas permanece estanque no mesmo lugar; enquanto que, anti-frágil é como uma mola. Ela pode baixar, mas acaba por saltar, transformar-se e crescer. Percebe agora a diferença?!!

Por isso, é tão importante aprendermos a desenvolver a nossa mentalidade e adotar uma postura anti-frágil. Experimente ou tente lembrar-se das vezes que utilizou esta postura na sua vida e que resultados obteve.

Conte-me tudo!!

 

Patrícia Rosa

Alta Produtividade

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn

Outros artigos: